Falha descoberta em chips Qualcomm permite invasão de aparelhos Android via Wi-Fi - Programadores Brasil
Android

Falha descoberta em chips Qualcomm permite invasão de aparelhos Android via Wi-Fi

1 Mins read
(Reprodução: Needpix)

Pesquisadores de segurança da equipe Blade da Tencent, descobriram uma série de vulnerabilidades críticas nos chipsets da Qualcomm. As mesmas podem permitir que hackers consigam comprometer os dispositivos Android, eviando pacotes maliciosos pelo ar, sem interação do usuário. As informações são do site Olhar Digital.

[+] Malware do tipo Trojan se infiltra por 2 anos em mais de 3 milhões de PCs e rouba 1,2 terabytes de dados e informações pessoais. Entenda

Entenda

Tais vulnerabilidades conhecidas como QualPwn, residem na WLAN (Rede de Área Local Sem Fio) e no firmware de modem dos chipsets Qualcomm que são usados em vários smartphones e tablets Android.

De acordo com os pesquisadores, existem duas vulnerabilidades críticas nos chipsets da Qualcomm e uma no kernel (componente central do sistema operacional) Linux da Qualcomm para o Android.

Caso sejam combinadas, podem permitir que os invasores tenham controle total sobre os dispositivos Android desejados em seu alcance de Wi-Fi.

Caso o kernel esteja comprometido, é possível que os invasores tenham total acesso ao sistema, incluindo a capacidade de instalar rootkits, extrair informações confidenciais e realizar outras ações maliciosas.

Apesar dos ataques terem sido testados nos aparelhos Google Pixel 2 e Pixel 3 que usam os chips Qualcomm Snapdragon 835 e Snapdragon 845, é possível que tais vulnerabilidades afetem muitos outros modems, de acordo com um comunicado publicado pela Qualcomm.

[+] Dell Brasil monta time com mais de 200 cientistas de dados no país com intuito de desenvolver projetos voltados para segurança pública. Entenda

Após ser notificada, a fabricante de chips disponibilizou atualizações de conserto e alertou as produtoras de smartphones, como o Google e a Samsung, sobre o problema. O Google acabou de lançar correção em seu Boletim de Segurança para Android de Agosto de 2019.

Caso o usuário tenha dúvidas se seu Android foi afetado ou não, é recomendável baixar as atualizações mais recentes no smartphone.

Via: Olhar Digital.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *