Polícia prende chinês que vendia iPhones falsificados nos EUA
Curiosidades

Polícia prende chinês que vendia iPhones falsificados nos EUA

1 Minutos de Leitura
(Reprodução: South China Morning Post)

Um chinês que declarou estar envolvido em um esquema milionário de produtos falsificados da Apple nos Estados Unidos, teve seu desfecho nesta semana. Jianhua Li (ou “Jeff”, como é conhecido), foi sentenciado a 3 anos de prisão (mais especificamente, 37 meses), seguido por 1 ano de condicional. As informações do Mac Magazine.

Segundo o Departamento de Justiça dos EUA, Li trabalhou na empresa Dream Digitals com Andreina Becerra, Roberto Volpe, Rosario LaMarca e outros com o objetivo de contrabandear mais de 40.000 dispositivos eletrônicos e acessórios falsificados. Entre eles: iPhones, iPads, além de etiquetas e embalagens com marcas falsas da Apple.

Ainda de acordo com o relatório, os aparelhos eram separados das embalagens para evitar a detecção por funcionários da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA. Os produtos eram vendidos para pessoas de diversas regiões do país.

O lucro de mais de US$1,1 milhão era transferido para contas de laranjas nos estados da Flórida e de Nova Jersey por meio de depósitos, e outra parcela do dinheiro era enviada para contas de terceiros na Itália. Além de Li, os outros integrantes também foram declarados culpados por suas funções no golpe.

Para a descoberta do esquema foi necessária a colaboração entre diferentes jurisdições do Grupo de Investigações dos EUA, do promotor do setor de crimes financeiros de Bergen, da Europol e da Guarda de Finanças italiana, que conseguiram chegar com sucesso a todos os criminosos.

Via: Mac Magazine.


Receba as Vagas TI e Notícias de Tecnologia em seu Celular

Siga o Programadores Brasil no Google Notícias (CLIQUE AQUI) para receber Vagas de Ti e Notícias de Tecnologia em seu Celular.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

Últimas Notícias